Os astronautas do ônibus espacial Atlantis começaram neste sábado (16) a terceira caminhada espacial de sua missão no telescópio Hubble.

Eles tentam consertar uma câmera do telescópio de 19 anos e também tentarão instalar um novo instrumento para detectar a luz procedente de quasares distantes. Com os dados desse espectrógrafo, os cientistas esperam poder avançar no conhecimento de como se formaram as galáxias ou como surgem e mudam os elementos químicos.

A câmera que apresenta defeito foi instalada em 2002, mas há cinco anos um curto-circuito fez com que perdesse sua capacidade para observar as galáxias mais distantes. Os dois astronautas devem substituir uma caixa de fusíveis e instalar uma nova tomada de eletricidade.

O trabalho feito por eles até agora foi mais complicado do que o previsto inicialmente. O que fez com que a Nasa optasse por permitir neste sábado que os astronautas dormissem uma hora a mais.

Sem mais artigos