O atacante peruano José Paolo Guerrero, do Hamburgo, deixou seu país natal rumo à Alemanha depois de passar por um tratamento intensivo do medo de voar de avião que o impediu de viajar até três vezes.

 

O jogador embarcou no aeroporto internacional de Lima acompanhado de um especialista enviado pelo time alemão para terminar o tratamento de uma séria lesão sofrida ano passado.

 

Guerrero pegará um avião da companhia aérea KLM rumo a Amsterdã, onde tomará outro voo a Hamburgo. Ele não quis falar com os jornalistas.

 

Da última vez, ele pediu para o avião voltar após 40 minutos no ar ao ter diarreia por consequência de uma gastrite. Nas outras vezes, estavam com ele um irmão, sua mãe e sua namorada.

 

A imprensa alemã chegou a afirmar que este problema colocava em risco a carreira do jogador, já que dificilmente seria contratado por um clube europeu.

 

O pânico de voar do atacante tem origem na trágica morte de seu tio, o ex-jogador peruano José González, com passagem pela seleção e pelo Alianza Lima, em um acidente aéreo.

 

Além disso, ele ficou traumatizado com uma avaria no sistema hidráulico durante um voo de volta pelo Hamburgo, que obrigou a aeronave a realizar uma aterrissagem de urgência em Paris.

Atacante Guerrero supera medo de avião e volta ao Hamburgo

Sem mais artigos