O corpo do cineasta Anselmo Duarte, que morreu na madrugada de sábado (7), aos 89 anos, no Hospital das Clínicas da capital paulista, foi enterrado neste domingo na cidade de Salto, interior de São Paulo, por volta de 12h, depois de ser velado no saguão do Teatro Sala Palma de Ouro, no Centro de Educação e Cultura da cidade.

Duarte foi internado no dia 27 de outubro depois de sofrer um acidente vascular cerebral com complicações hemorrágicas. Há dois meses, o cineasta chegou a ser internado no Incor, em São Paulo, por quase um mês, onde foi submetido a um tratamento cardiológico e urológico. O cineasta voltou para casa com diagnóstico de infarto do miocárdio estabilizado.

Responsável por Vereda da Salvação (1965), Um Certo Capitão Rodrigo (1971), O Crime do Zé Bigorna (1977) e Os Trombadinhas (1979), sua obra mais conhecida, no entanto, é O Pagador de Promessa, que ganhou a Palma de Ouro em 1962 e foi indicado ao Oscar de filme estrangeiro.

Sem mais artigos