O dramaturgo Mário Bortolotto, de 47 anos, foi baleado com quatro tiros na madrugada deste sábado (5)
e está internado em estado grave na Santa Casa de São Paulo após ser operado no início da manhã.

LEIA: Polícia divulga foto de suspeito de atirar em dramaturgo

Quatro
assaltantes teriam tentado invadir o Espaço Parlapatões, na praça
Roosevelt, região central de São Paulo, quando Bortolotto reagiu. O
ator e ilustrador Henrique Figueiroa, conhecido como Carlos Carcarah, de 30 anos, também foi
baleado com três tiros na perna e encaminhado ao hospital Sírio-Libanês, mas passa bem.

O dramaturgo foi atingido na região do tórax, mas não corre risco de paralisia já que sua coluna não foi atingida. Apesar do estado grave, seu quadro clínico é estável.

Nesta tarde, o dramaturgo será submetido a uma segunda cirurgia. Após ser baleado, ele caiu e fraturou um dos braços, que precisará ser reposicionado.

O fato aconteceu após a exibição da peça Brutal – Gente Vazia Pode ser Muito Perigosa. Bortolotto e Carah estariam no bar que faz parte do Parlapatões, que também abriga um teatro, quando foram surpreendidos pelos bandidos. Segundo fontes ouvidas pelo Virgula, o local já estava fechado e os criminosos queriam levar o dinheiro arrecadado nas bilheterias.

Para um amigo de Bortolotto, que não quis se identificar, a região onde está localizado o
Parlapatões é insegura e está descuidada há anos, o que preocupava os
artistas do teatro.

Polícia

De acordo com a Polícia Civil, o crime aconteceu por volta das 5h50. Segundo relatos de um vigilante, duas pessoas desconhecidas se aproximaram e o abordaram, conduzindo-os ao andar superior, onde fica o camarim.

A dupla roubou o casaco e o molho de chaves do vigilante. Enquanto isso, na entrada do estabelecimento, havia mais dois homens. Em dado momento, o vigilante ouviu disparos vindo do andar inferior. O bando fugiu levando o paletó e o molho de chaves. Quando desceu, o vigilante encontrou as duas vítimas baleadas.

O caso foi encaminhado ao 4° Distrito Policial (Consolação) para investigação. Até o momento, nenhum suspeito foi identificado.

Otimismo

Amigos e parentes de Bortolotto que estão na Santa Casa apostam na recuperação do artista. “O quadro clínico é positivo. O Mário é um búfalo e vai passar por essa”, disse a escritora Clara Averbuck, que está no hospital torcendo pela recuperação do colega.

Biografia

Nascido em Londrina-PR em 1962, Bortolotto é um dos principais artistas da cena alternativa do teatro
paulistano. Ele é conhecido por atuar, escrever e dirigir seus
espetáculos. Inspirado nas histórias de quadrinhos, blues, rock e
universo beatnik, o dramaturgo participou de mais de 30 projetos no
teatro e tem quatro livros publicados.

Vencedor o prêmio Shell de melhor autor de peça teatral com Nossa Vida Não Vale um Chevrolet (2001), Bortolotto mantém desde 2004 o blog Atire no Dramaturgo que, dois anos depois, deu origem a um livro com o mesmo nome.

(colaboração: Camilo Rocha e Flávia Durante)

Sem mais artigos