O site australiano Undercover publicou nesta quarta-feira (2) uma matéria afirmando que Charlie Watts, baterista original dos Rolling Stones, está deixando a banda após 46 anos de dedicação à mais longeva banda de rock em atividade no mundo.

“Charlie realmente abandonou a banda. Ele nunca mais irá gravar ou excursionar com os Stones novamente”, afirmou uma fonte ligada ao site. “Agora a banda está negociando a entrada de Charlie Drayton, integrante do projeto paralelo de Keith Richards, Expansive Winos, para ocupar o kit em futuros chamados dos Stones.”

Apesar de repentina, a decisão não é uma enorme surpresa. Antes da última turnê (A Bigger Band Tour), que durou entre agosto de 2005 e agosto de 2007, Richards teve de convencer Watts a viajar com a banda porque o baterista não parecia interessado em voltar para a estrada.

Segundo o site, Mick Jagger e companhia já estão planejando novos projetos para a banda e a saída de Watts pode atrasar essa mobilização. Com 68 anos de idade, o baterista não quer mais viajar.

Além de ser a espinha dorsal dos Stones por longos 46 anos, Watts ainda lançou sete discos de jazz acompanhado por grandes músicos do estilo entre 1987 e 2004.

Ouça as músicas dos Rolling Stones na Rádio UOL

Sem mais artigos