A contribuição dos Beatles para a história da música é incontestável. John Lennon podia estar exagerando ao dizer que os Beatles eram mais conhecidos do que Jesus Cristo, mas com certeza não estava enganado quanto ao fenômeno musical e cultural que foi o quarteto de Liverpool.

Como é lugar comum listar as qualidades de uma banda tão famosa e com uma discografia com gigantes como o Álbum Branco, Sgt. Peppers Lonely Hearts Club Band, Abbey Road, Revolver e Magical Mistery Tour, o Virgula Música decidiu brincar e eleger as dez piores coisas que os Beatles (mesmo que indiretamente) trouxeram para o mundo.

Boys band

OK, todo mundo sabe que os Beatles não eram exatamente uma boy band, ou seja, um grupo de garotos que mais se preocupavam com coreografias, roupas e performances do que com a música. No entanto, é inegável que, com suas roupas, cortes de cabelo e cara de bons moços, eles criaram um conceito que abriu espaço para o surgimento de grupos como ‘N Sync, Backstreet Boys e New Kids On The Block.

Beatlemaníacos

É muito difícil você encontrar alguém que gosta de Beatles. No máximo, o herege vai se arriscar a dizer que não curte muito algum álbum ou música da banda. Ser fã é legal, mas os beatlemaníacos exageram na hora de reverenciar e idolatrar o grupo, chegando ao extremo de não achar nenhuma outra banda digna de ser ouvida. Com o lançamento da caixa com 13 álbuns remasterizados dos Beatles, os xiitas não perderam tempo em dizer que a ideia é péssima, pois altera os tons das faixas. Menos, né?

Showbiz

Depois dos Beatles, nada mais é suficiente para criar um espetáculo digno de abrigar (e agradar) plateias acostumadas com grandes produções e shows para um público gigante. O valor que eles mobilizavam com seus lançamentos, shows, e produção era imensurável. Até hoje, o grupo continua arrecadando com a venda de coletâneas, livros e games.

Rock profissional

A partir deles, nenhuma banda de rock pode dizer que está fazendo meros experimentos na garagem, com gravações descompromissadas. Com as músicas pop do Fab Four, aliadas a seu extremo compromisso com estratégias de marketing, seus empresários e homens de terno e gravata e sua preocupação com as regras do mercado fonográfico, a música se consolidou como negócio. E fazer música é para profissionais.

Brian Wilson

Se alguém enlouqueceu a cabeça de Brian Wilson, frontman dos Beach Boys, certamente foram os Beatles. É impossível determinar quem influenciou quem: as duas bandas influenciaram a sonoridade uma da outra. Mas é inegável que, após se sentir intrigado com Rubber Soul, de 1965, Wilson trabalhou duro para lançar algo tão bom – e conseguiu com Pet Sounds. Tempos depois, os Beatles lançaram Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band. Daí o líder do Beach Boys tentou superá-los com Smile, mas ficou tão obcecado com isso que sofreu uma crise nervosa e acabou cancelando o projeto. Até hoje, não se recuperou do baque.  

Marketing

Mesmo que a maior herança deixada ao mundo pelos Beatles seja a música, seria inocente deixar de lado a enorme contribuição do grupo para quem quer triunfar no mercado fonográfico e deixar sua marca no cenário musical. A discografia respeitável do grupo alcançou níveis de venda inéditos na indústria, e o grupo sabia muito bem criar uma aura de idolatria ao seu redor que resultou em lucros astronômicos. Além dos álbuns, a banda promovia sua imagem e diversos outros produtos, como livros, roupas e games. E o lançamento do aguardado The Beatles: Rock Band esta aí para provar a eficiência desse método.

Idolatria

 Perseguição ininterrupta dos ídolos, recorrer a quaisquer meios para conseguir uma foto, um autógrafo ou até mesmo um fio de cabelo de um artista passaram a ser táticas corriqueiras na indústria do showbiz após os Beatles. Para o bem e para o mal. Mais para o mal, né?

Pretensão

Por mais que os Beatles tenham hits de força inegável, eles praticamente iniciaram a pretensão no rock com o lançamento de Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band. A partir daí, estava aberta a trilha para toda sorte de álbuns conceituais, shows performáticos/cabeça e muito da chatice no rock que acabou sendo soterrada com o movimento punk. Ainda bem!

World music

A pretensão de conseguir fazer um pop-rock que agregasse elementos da música de outros países começou a se tornar um lugar comum nas obras do grupo, mesmo que muitos especialistas acusassem o Fab Four de banalizar elementos regionais de certos nichos. A mistureba incorporou a diversas músicas do grupo, o que pode ser visto na faixa Within You Without You, incursão psicodélica de George Harrison pela música indiana. E, depois disso, muita gente fez a mesma coisa, mas bem pior.

Não ter defeitos

Listamos nove aspectos ruins da ascensão dos Beatles. Mas não dá para negar: sabe qual o maior defeito da banda? Não ter defeitos!

Beatles Day: As dez piores coisas que os Beatles trouxeram para o mundo

Sem mais artigos