Com boas campanhas no Campeonato
Brasileiro, Goiás e Atlético Mineiro entram em campo na quarta-feira às
21h50 (Brasília), em Goiânia, para disputar a partida de volta da
fase preliminar da Copa Sul-Americana e definir quem avançará no
torneio.

Jogando por um empate de 0 a 0 para se classificar, os comandados
de Hélio dos Anjos devem começar a partida mais tranquilos, já que
conseguiram um empate em 1 a 1 no jogo de ida, no Mineirão.

No entanto, sabedor dos problemas na defesa que vem enfrentando
nos últimos jogos no Brasileiro, o Goiás não dá sinais de que deve
preparar uma retranca. Pelo contrário, deve ter no ataque Fernandão
– no lugar do suspenso Iarley – e Felipe, um dos destaques do
nacional.

A equipe de Hélio dos Anjos, em quinto lugar no Brasileiro com 39
pontos, vem de uma derrota por 3 a 1 para o Barueri, fora de casa.

O Goiás conta com boa campanha no estádio Serra Dourada, onde
perdeu apenas duas vezes no Campeonato Brasileiro. Ademais, conta
com a aparente pouca pretensão do Galo na Sul-Americana, competição
para a qual não inscreveu muitos de seus principais jogadores, como
o artilheiro Diego Tardelli.

O Atlético pretende reservar forças para a reta final do
Campeonato Brasileiro, onde com 40 pontos e na quarta posição tem
chances de tentar uma vaga na Libertadores ou, quem sabe, brigar
pelo título. O Galo venceu o Atlético-PR no domingo, no Mineirão,
por 2 a 1.

Contra o Goiás, o técnico Celso Roth voltará a apostar em uma
mistura de jovens e reservas, embora, pelo desfalque do suspenso
Pedro Oldoni, seja provável que use o colombiano Rentería, que na
última partida foi titular.

Para ajudar o Atlético a conseguir a vitória ou pelo menos um
empate que o classifique, Rentería deve ter a companhia no ataque de
Alessandro e, no meio-campo, o auxílio dos meias Tcho e Renan
Oliveira.

Sem mais artigos