Billy Corgan, do Smashing Pumpkins, está convencido de que o planeta foi tomado por uma grande conspiração, que envolve o surto de gripe suína e a manipulação das grandes indústrias farmacêuticas. Em entrevista à revista Rolling Stone, o músico não poupou críticas em relação ao alvoroço em torno da gripe suína.

“Não sou médico e nem estou sugerindo que as pessoas sigam minhas opiniões a respeito de assuntos médicos”, começa o músico. “Entretanto, se você prestar atenção, toda essa coisa da gripe suína é propaganda, já que há algo suspeito quando as autoridades declaram estado de emergência no caso de algo que não é nem de longe uma pandemia”, completou.

“Não estou sugerindo que o vírus não existe, mesmo porque vários amigos meus contraíram gripe suína e ficaram péssimos. Só estou dizendo que pode não ser natural, e sim fabricado, já que muitos médicos dizem que as mutações que ocorreram para gerar o vírus não existem na natureza”, polemizou o músico.

Considerando que Corgan acha que a gripe suína pode ter sido criada em laboratório, nada mais natural do que o músico se recusar a tomar qualquer vacina contra o vírus.

“Eu não confio nas companhias que desenvolvem essas vacinas, porque elas operam dentro de uma máquina de medo e de poder”, afirmou ele, que completou, de maneira dramática: “ Se eu contrair o vírus de maneira letal, isso será decido entre eu e o Senhor”.

Sem mais artigos