Alfio Basile, treinador do Boca Juniors, renunciou na noite do domingo de seu cargo após a derrota da equipe para o Godoy Cruz por 3 a 2, pela quinta rodada do Torneio Apertura 2009 do futebol argentino, mas a direção do clube rejeitou sua renúncia.

O interlocutor entre Basile e os dirigentes foi o diretor esportivo Carlos Bianchi, com o qual o técnico se reuniu para comunicar-lhe sua decisão, disseram fontes do clube.

Após uma hora de conversas no hotel no qual se concentra a equipe, Bianchi disse a Basile que o presidente do Boca Juniors, Jorge Ameal, e os principais membros da direção não estavam de acordo com que se afastasse da entidade e que pretendiam se reunir com ele esta segunda-feira.

A chegada do jogador Juan Román Riquelme ao hotel na hora da reunião fez os jornalistas acreditarem que ele ia participar das conversas, mas pouco depois, ao sair do local, o desmentiu.

Sem mais artigos