A BM&FBovespa e a Hong Kong Exchanges and Clearing (HKEx) ultrapassaram rivais em Nova York e Londres, mostrando que a crise econômica tem mudado o cenário das bolsas de valores. As informações são do Financial Times da segunda-feira (15).

Conforme o jornal, a HKEx aparece em segundo lugar no ranking pelo critério de capitalização de mercado (valor total das ações de uma empresa, com base na sua cotação no mercado), atrás do CME Group, a maior bolsa de derivativos do mundo, em Chicago. A BM&FBovespa aparece em quarto, depois da Deutsche Borse.

As bolsas do Brasil e de Hong Kong superaram a Nyse Euronext, a Nasdaq e a London Stock Exchange (LSE).

Segundo o FT, a BM&FBovespa e a HKEx se beneficiam do fato de possuírem suas próprias clearings, que geram receitas adicionais. Além disso, o jornal lembra que a instituição brasileira está fechando o pregão para expandir a negociação eletrônica e facilitar o acesso dos investidores estrangeiros. No próximo mês, abrirá um escritório em Londres.

Bovespa ultrapassa rivais em NY e Londres e é a 4ª do mundo

Sem mais artigos