O Brasil já registra 34 mortes causadas pelo vírus da gripe suína. De acordo com boletim divulgado na noite da quinta-feira (23) pelo Ministério da Saúde, o Influenza A (H1N1) matou 16 pessoas no Rio Grande do Sul, 12 em São Paulo, cinco no Rio de Janeiro e uma no Paraná.

Em todo o país, foram conformados 1.566 casos da nova gripe. Os estados analisaram 8.328 casos suspeitos de algum tipo de gripe, a maior parte nas regiões Sul e Sudeste.

A taxa de mortalidade da doença no país, até agora, é de 0,18 por 100 mil habitantes. No entanto, de acordo com o Ministério da Saúde, a taxa de letalidade “não é mais não é mais utilizada como parâmetro para medir a gravidade da gripe, uma vez que, de acordo com o novo protocolo [da Organização Mundial da Saúde], casos leves não são mais notificados, exceto em surtos”.

Os números divulgados pelo Ministério da Saúde são baseados em informações repassadas pelas secretarias estaduais de saúde até a quarta-feira (22).

CORREÇÃO: Ao contrário do que foi divulgado, o Ministério da Saúde corrigiu para 29 o número de mortos no Brasil pela gripe suína. Na manhã desta sexta-feira (24), o ministério justificou que ocorreu um erro técnico. Por isso, foram computadas cinco mortes a mais no Rio Grande do Sul.

Sem mais artigos