A Câmara dos
Deputados restringiu nesta quarta-feira (22/04) o uso de passagens aéreas apenas a parlamentares e somente em viagens no território
brasileiro. O anúncio foi feito há pouco pelo
presidente da Casa, deputado Michel Temer (PMDB-SP). Ele tomou a
medida depois das recentes denúncias de que deputados vinham
utilizando sua cota pessoal para comprar bilhetes para parentes e
outras pessoas.

Temer anunciou ainda
que, a partir de agora, todos os gastos da Câmara, incluindo os
relativos às passagens aéreas, serão
disponibilizados na internet. Além disso, segundo ele, a
emissão de passagens para assessores que forem representar os
parlamentares em viagens está condicionada à
autorização da 3ª Secretaria da Casa.

“Essa é uma
reconciliação com a opinião pública”,
disse Temer. “Há pressão por todos os lados e estamos
respondendo a essas manifestações [da sociedade].”

Quando
tiverem que viajar ao exterior representando a Câmara, os deputados
continuarão recebendo bilhetes emitidos pela própria Casa, que não saem
de sua cota pessoal.

Câmara restringe uso de passagens aéreas apenas a parlamentares

Sem mais artigos