O juiz Fausto Martin de Sanctis, da 6ª Vara Criminal Federal de São Paulo, condenou a quatro anos de prisão os bispos Sônia e Estevam Hernandes, fundadores da Igreja Renascer em Cristo, pelo crime de evasão de divisas. A pena foi substituída por prestação de serviços comunitários e o casal poderá recorrer em liberdade.

Ambos foram condenados em 2007 quando tentaram entrar nos Estados Unidos com US$ 56 mil não-declarados. O dinheiro estava escondido no fundo falso de uma Bíblia, em malas e em um porta-CD.

Sônia e Estevam Hernandes cumpriram pena nos Estados Unidos, alterando passagens pela cadeia e prisão domiciliar. A assessoria de imprensa da Renascer prometeu que divulgará nota, ainda nesta quarta-feira (2), comentando a decisão da Justiça brasileira.

Sem mais artigos