Após diversas declarações de representantes da Fifa criticando o projeto de reforma do estádio do Morumbi para a Copa do Mundo de 2014, o assessor de imprensa da CBF, Rodrigo Paiva, garantiu que nenhum projeto se encontra em desvantagem, nem mesmo do palco de São Paulo.

“O projeto do Morumbi sofreu observações como todos os outros projetos sofreram. Agora, em nenhum momento, ninguém da Fifa, ou do Comitê Organizador Local, disse que São Paulo vai abrir a Copa do Mundo, nem mesmo que o Rio vai fechar”, ponderou o assessor.

Além disso, Paiva reafirmou que não há hipótese da Fifa reduzir de 12 para 10 o número de cidades-sede da Copa do Mundo de 2014.

Sem mais artigos