A Câmara Brasileira do Livro (CBL) concluiu nesta quinta-feira (20) a apuração dos votos da comissão julgadora que escolheu os finalistas do 51º Prêmio Jabuti. Neste ano, o maior concurso literário do País premiará 21 categorias, para as quais dez títulos já foram selecionados.

A segunda fase do julgamento ocorrerá 29 de setembro, quando serão revelados o primeiro, segundo e terceiro colocados em cada uma das categorias. Porém, os melhores livros do ano em ficção e não-ficção somente serão conhecidos na cerimônia de entrega das estatuetas, em 4 de novembro, na Sala São Paulo, na capital paulista.

Confira todas as categorias do prêmio:

01. Tradução: Textos exclusivamente literários (contos, crônicas, romance, poesia), traduzidos para a língua portuguesa falada e escrita no Brasil

02. Arquitetura e Urbanismo, Fotografia, Comunicação e Artes: Pesquisas, ensaios ou tratados sobre temas em Arquitetura e Urbanismo, Fotografia, Comunicação, Cinema, Teatro, Artes Visuais, Artes Cênicas e Artes Plásticas

03. Teoria/Crítica Literária: Obras de cunho conceitual que contenham substrato teórico fundamentado a respeito de língua e literatura. Incluem-se nessa categoria dicionários e gramáticas.

04. Projeto Gráfico: Concepções de projetos gráficos de livros avulsos ou pertencentes a coleções, produzidos originalmente no Brasil e que ressaltem o conceito gráfico da obra por intermédio do design e pela adequação dos materiais utilizados.

05. Ilustração de Livro Infantil ou Juvenil: Ilustrações de obras destinadas a crianças, pré-adolescentes ou adolescentes.

06. Ciências Exatas, Tecnologia e Informática: Ensaios, tratados e textos acadêmicos que fundamentam ou descrevem conceitos a respeito dos temas em questão. Incluem-se nesta categoria obras de divulgação.

07. Educação, Psicologia e Psicanálise: Pesquisas, ensaios ou tratados sobre os temas em questão.

08. Reportagem: Textos, documentários ou analíticos, vistos sob a perspectiva jornalística.

09. Didático e Paradidático: Obras destinadas ao ensino de qualquer componente curricular e/ou área do conhecimento, publicadas em primeira edição, não sendo aceitas edições revistas ou atualizadas. São consideradas como:
a) didáticas: obras essencialmente pedagógicas;
b) paradidáticas: obras não-pedagógicas utilizada para esse fim.

10. Economia, Administração e Negócios: Tratados e textos acadêmicos que fundamentem ou descrevam conceitos a respeito dos temas em questão.

11. Direito: Tratados e textos acadêmicos que fundamentem ou descrevam conceitos a respeito do tema em questão.

12. Biografia: Textos, documentários ou analíticos, vistos sob a perspectiva biográfica.

13. Capa: Concepções e desenvolvimentos gráficos de capas ou sobrecapas de livros como elementos autônomos.

14. Poesia: Textos sintéticos com alto grau de poeticidade, caracterizando-se, fundamentalmente, por ritmo, sonoridade e outros recursos intrínsecos à criação literária que os diferenciem de textos em prosa.

15. Ciências Humanas: Pesquisas, ensaios ou tratados sobre a área em questão. Incluem-se nessa categoria temas relacionados a Sociologia, Antropologia, História, Filosofia, Política e Religião ou assuntos correlatos vistos sob a perspectiva das ciências humanas.

16. Ciências Naturais e Ciências da Saúde: Pesquisas, ensaios, tratados ou textos de divulgação científica sobre as áreas em questão. Incluem-se, nessa categoria, temas relacionados a Medicina, Enfermagem, Saneamento, Saúde Pública, terapias diversas e similares.

17. Contos e Crônicas: a) conto: narrativa curta, geralmente ficcional;
b) crônica: narrativa curta, baseada geralmente em assuntos do cotidiano ou de interesse geral, caracterizando-se pela transitoriedade dos temas abordados.

18. Infantil: Textos ficcionais ilustrados, que podem ou não mesclar elementos do “real”, destinados ao público infantil.

19. Juvenil: Textos ficcionais, que podem ou não mesclar elementos do “real”, destinados ao público adolescente.

20. Romance: Narrativas ficcionais, geralmente longas, que podem ou não mesclar elementos do “real”.

21. Tradução de obra literária Francês-Português: Textos exclusivamente literários (contos, crônicas, romances, poesias), traduzidos diretamente da língua francesa falada e escrita, na França, para a língua portuguesa falada e escrita no Brasil.

Sem mais artigos