O Chelsea começou com o pé direito a temporada ao conquistar a Supercopa da Inglaterra, neste domingo, com vitória de 4 a 1 sobre o Manchester United, nos pênaltis, após empatar em 2 a 2 no tempo normal.

Enquanto o Chelsea, campeão da última Copa da Inglaterra, chegava animado pela primeira decisão sob comando do técnico Carlo Ancelotti, o Manchester, tricampeão inglês, dava mostras de que vai demorar para se adaptar a jogar sem o craque português Cristiano Ronaldo, agora no Real Madrid.

O Manchester também foi a campo desfalcado. Ficaram de fora o zagueiro sérvio Nemanja Vidic e os ingleses Wes Brown e Gary Neville, lesionados. Outra ausência importante foi o goleiro holandês Edwin van der Sar.

A partida em Wembley começou eletrizante. Logo no primeiro minuto, o atacante marfinense Didier Drogba levou perigo ao gol de Ben Foster, que substituiu o holandês.

Mas foi o Manchester United que abriu o placar, aos nove minutos. O português Nani pegou a bola pela esquerda, passou por Ivanovic e chutou cruzado.

O time de Londres parou em campo e quase levou o segundo aos 25 minutos, com o zagueiro português Ricardo Carvalho salvando um chute do sul-coreano Park. Até o intervalo, as equipes equilibraram as ações.

O panorama da partida mudou na etapa final. Logo aos sete, Malouda aproveitou passe de Lampard e cruzou para Drogba. O marfinense furou e Ricardo Carvalho empurrou para o fundo das redes, empatando para o Chelsea.

Agora mandando na partida, os comandados do técnico Carlo Ancelotti viraram aos 26, com Lampard aproveitando passe de Drogba dentro da área.

Quando tudo indicava que o Chelsea acabaria com o título, veio o empate do Manchester, aos 47 da etapa final: Rooney invadiu pela esquerda e a bola foi parar no canto oposto de Cech. A Supercopa da Inglaterra seria decidida nos pênaltis.

Se a final da Liga dos Campeões da temporada 2007/2008 ficou com o Manchester, desta vez o Chelsea levou a melhor nas cobranças. Cech pegou os chutes de Giggs e Evra, garantindo o primeiro título da temporada à equipe.

Marcaram para o time de Londres Lampard, Ballack, Drogba e Kalou – este último substituindo o meia brasileiro naturalizado português Deco pouco antes da cobrança. Pelo Manchester, o único representante do Brasil foi o lateral Fábio, que entrou no fim.

Esta é a quarta conquista da Supercopa da Inglaterra pelo Chelsea. As outras foram nos anos de 1955, 2000 e 2005.

Leia também:

Milan nega ida de Alexandre Pato para o Chelsea

Sem mais artigos