O Comitê Olímpico Internacional (COI) ordenou que o ciclista italiano Davide Rebellin entregue a medalha de prata conquistada na prova de estrada dos Jogos de Pequim, ano passado.

Segundo o comitê olímpico da Itália, a notificação foi recebida hoje. Rebellin deu positivo para a substância Cera, eritropoetina (EPO) de última geração, em um exame antidoping feito após a disputa na capital chinesa.

Em 29 de abril, Rebellin foi afastado de qualquer atividade esportiva pelo comitê italiano.

A Cera é uma substância com os mesmos efeitos da EPO, mas de detecção menos fácil nos exames antidoping e efeitos mais duráveis.

Sem mais artigos