Que a inclusão digital no Brasil acontece via telefone celular as grandes gravadoras já sacaram faz tempo. Em 2005, a Sony foi a primeira a veicular conteúdo musical no celular, disponibilizando um disco da cantora Ivete Sangalo em um de seus aparelhos. Hoje, todas as marcas possuem modelos voltados para o conteúdo musical, tamanha a relação entre música e telefonia móvel. É nesse caminho que a Nokia lançou hoje o 5800 Comes with Music, primeiro aparelho touch screen da Nokia e que permite aos consumidores baixarem mais de 3,6 milhões de músicas grátis.


 


“É uma saída que encontramos contra a pirataria e também uma forma de beneficiar o usuário com um serviço de qualidade, com direito a download gratuito sem risco de passar vírus, por exemplo”, afirmou Danilo Ambrosano, manager diretor da Universal  Music, durante a apresentação do Comes with Music. Além da Universal, outros grandes impérios como EMI, Warner e Sony também fazem parte do projeto.


 


As gravadoras se renderam à música digital?


 


Tudo indica que sim. Na metade de abril, a ABPD (Associação Brasileira dos Produtores de Discos) divulgou um aumento de 79,1% nas vendas de música no formato digital no Brasil em 2008. Isso significa um lucro de R$ 43,5 milhões. Se comparado às vendas em formato físico, algo em torno de R$ 316,4 milhões, ainda é um número pequeno. Do total de vendas relativas ao formato digital, 22% são provenientes da venda pela internet, o que corresponde à R$ 9,68 milhões. Mas são as vendas por celular que dominam a preferência dentro do formato e representaram 78% das compras efetuadas, ou R$ 33, 82 milhões.


 


O lançamento de um aparelho como o 5800 Comes with music pode representar uma grande mudança no perfil de quem consome música pelo celular. Até então, o mesmo era dominado pelas classes mais baixas, que não tinham acesso à internet via computador. Prova disso é o estilo musical que era oferecido pelo celular – gêneros de apelo mais popular, como sertanejo, axé e pagode.


 


A chegada do Nokia 5800 muda esse perfil. Com um acervo que inclui selos independentes nacionais como Tratore, Som Livre, Deckdisc, ST2, entre outros, além de conteúdo inédito em lojas virtuais brasileiras, como Matador, Rough Trade, Ninja Tune, Warm e Domino, acerta em cheio o consumidor que estava acostumado a procurar suas músicas preferidas em sites de download. Artistas como The Kills, Clap Your Hands Say Yeah, The Gossip, Pavement, Diplo, Aphex Twin, Crystal Castles, Digitalism, Belle and Sebastian, Arcade Fire, MGMT, Klaxon, The National, entre outros, tornam o aparelho um objeto de desejo de indies e amantes da música eletrônica, que com o aparelho terão acesso à download gratuito pelo período de um ano na loja online da Nokia, além de 2 meses de acesso à internet grátis.


 


Gadget amigável


 


Além de agradar a um público diversificado, outro ponto interessante do Nokia 5800 é a facilidade de manuseio. Com tela totalmente touch screen, o caminho até o download na loja da Nokia é absurdamente fácil, o que democratiza ainda mais o uso. “Nós apostamos que o Nokia 5800 Comes With Music revolucionará a forma como as pessoas descobrem, ouvem e curtem música. Não há no mercado mundial modelo semelhante ao que a Nokia traz agora aos brasileiros”, diz Almir Narcizo, presidente da Nokia do Brasil.


 


O Brasil será o primeiro país do continente americano a receber o serviço e o sexto no mundo. O modelo Comes With Music foi lançado mundialmente em outubro de 2008, no Reino Unido, e já está disponível também em Cingapura, Austrália, Itália e Suécia.


 


Durante o período de lançamento, só poderá ser encontrado nas lojas TIM, na Nokia Store SP e na loja online da Nokia. O valor do aparelho na loja da Nokia é de R$ 1.799. Já para cliente Tim, sai por R$ 399 no plano 250 minutos.



 

Sem mais artigos