O comandante das forças dos Estados Unidos na Coreia do Sul, o general Walter Sharp, afirmou nesta quarta-feira (22/04) que governo de Pyongyang possui 800 mísseis e plutônio suficiente para fabricar meia dúzia de armas nucleares, informou a agência sul-coreana Yonhap.

O general americano disse que a Coreia do Norte conta ainda com aproximadamente 80 mil forças especiais e uma poderosa artilharia. Eles seriam capazes de lançar um ataque surpresa contra Seul, a cerca de 50 quilômetros da fronteira com o país comunista.

Em Seul, o general assegurou que as forças dos EUA estão preparadas para qualquer contingência na península, e destacou a necessidade de uma estreita cooperação entre as forças dos dois países, mesmo depois de a Coreia do Sul assumir o controle total sobre seus militares, em 2012.

A Coreia do Sul recuperou o controle de suas forças militares em 1994, mas o comando em tempos de guerra segue nas mãos dos Estados Unidos.

As duas Coreias continuam em estado de guerra técnica, porque o conflito bélico que ocorreu entre 1950 e 1953 terminou com um armistício e não com um tratado de paz.

Atualmente, cerca de 28,5 mil soldados americanos estão na Coreia do Sul para um eventual conflito com a Coreia do Norte.

Coreia do Norte tem plutônio para fabricar 6 armas nucleares, dizem EUA

Sem mais artigos