As crianças de Gaza tentaram hoje bater o recorde no livro Guinness de voo simultâneo de pipas com o lançamento de seis mil desses brinquedos na praia do norte da Faixa, cujo céu ficou recoberto de uma sinfonia de cores.

O organizador do evento, Zuhir Haniyeh, afirmou que mais da metade das pipas voou ao mesmo tempo, o que, se for confirmado, bateria o recorde alcançado no ano passado na Alemanha, quando 713 pipas foram empinadas simultaneamente.

A prova foi patrocinada pela Agência das Nações Unidas para os Refugiados (UNRWA), cujo diretor local, John Ging, mostrou esperança de que a marca tenha sido batida.

Os participantes procediam de diversos acampamentos financiados pela UNRWA, e o evento se desenvolveu perto da casa da família do menino Huda Ghalia, morto há três anos pelo bombardeio de um navio da Marinha israelense.

As pipas, bastante coloridas, tinham impressas frases pedindo que Israel coloque fim ao cerco que submete a Gaza desde que, há dois anos, o movimento islâmico Hamas obteve o controle da Faixa.

Sem mais artigos