O Mini Cooper é um carro compacto de luxo que virou o sonho de consumo de muitos brasileiros com bastante dinheiro na conta. O pequeno carro que faz parte do grupo BMW tem custo entre R$ 89,6 mil e R$ 129,5 mil, variando conforme o modelo. E a fila de espera para conseguir um destes carros pode chegar a até três meses.

A procura pelo Mini Cooper é tão grande no país, que a BMW trouxe para o Brasil um lote com 70 unidades do carro que estavam “encalhados” em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. Agora, com o emirado em crise, fica ainda mais difícil para conseguir vender  o modelo que já conquistou um público cativo por aqui.

O presidente da BMW no Brasil, Henning Dornbusch, explicou ao jornal O Estado de S. Paulo, que este lote vindo de Dubai serviu para normalizar as entregas que já estavam atrasadas. No entanto, novos pedidos devem demorar mais dois meses.

Na Alemanha, a montadora realizou uma reunião e constatou que muitos consumidores em Dubai estão cancelando a compra do Mini Cooper por conta da incapacidade de arcar com o pagamento do carro. Com isso, a cúpula da montadora decidiu mandar lotes para o Brasil, onde as vendas do modelo devem fechar o ano com crescimento de 30%.

O Mini Cooper é fabricado na Inglaterra há mais de 50 anos e é um modelo clássico que faz muito sucesso em todo mundo. Anteriormente, a importação para o Brasil era feita de forma independente. Neste ano, a BMW iniciou a importação oficial com estimativa de vender 600 em 2009.

“Já vendemos quase 1,1 mil unidades. Agora, a expectativa é vender 300 a mais em 2010”, disse Dornbusch. A unidade que produz o Mini Cooper tem capacidade anual de 240 mil unidades, disputadas por vários mercados internacionais.

O executivo revelou ainda que a demanda do mercado brasileiro já havia desviado pedidos originalmente destinados a países como Argentina, Colômbia e Venezuela.

Crise de Dubai faz BMW "desviar" lote do Mini Cooper para o Brasil

Sem mais artigos