Finalmente a modelo plus-size Crystal Renn resolveu comentar as polêmicas fotos em que ela aparece bastante magra.

“Quando eu vi as fotos, acho que fiquei em silêncio por uns bons cinco minutos, de boca aberta. Eu não sei o que foi feito nessas fotos e nem quem fez isso, mas para mim, parecem retocadas. E, veja bem, todo mundo é retocado, mas não me transforme em algo que eu não sou”, esbravejou a modelo para a Glamour.

A revista foi atrás do fotógrafo da campanha, Nicholas Routzen, que garantiu que tudo o que ele fez foi tirar as fotos de um ângulo maior e com lentes de maior abertura. “Eu não fiz nada que não faria com qualquer outra pessoa. Eu sou pago para fazer as mulheres ficarem bonitas”, se defendeu.

A Glamour, no entanto, recebeu fotos do making of da campanha, mostrando uma Crystal Renn bem diferente do que aparece na foto oficial. Renn concedeu uma longa entrevista e se mostrou bastante chateada com a situação: “eu pensei ‘as pessoas vão acreditar que eu estou doente – e talvez uma garota que esteja sofrendo de algum disturbio alimentar desista de ter esperanças por isso’. As pessoas que acompanham a minha história podem pensar que eu voltei a ser como eu era [Crystal Renn foi anoréxica no início de sua carreira] e que só se pode ser bonita se você for magra. Eles não vão me entender agora e eu aceito isso, pois se eu estivesse no lugar deles, ao olhar para essas fotos, eu estaria bastante preocupada”.

Crystal Renn se defende sobre magreza: "me retocaram"

Sem mais artigos