(Da redação) – Vontade existe, mas os cubanos até agora não conseguiram assistir aos dois filmes que compõe “Che”, de Steven Soderbergh. Apenas alguns moradores da ilha, participantes do Festival de Cinema Internacional de Havana, conseguiram ver a obra, em dezembro.

Na época, um representante dos produtores disse que 20 cópias seriam doadas para exibição no país. No entanto, até agora elas ainda não foram recebidas. O Instituto Cubano de Arte e Indústria Cinematográfica de Cuba (Icaic) tem a intenção de exibir as duas partes, “A Guerrilha” e “O Argentino”, mas ainda não pode marcar uma data de estreia.

A ideia é que os dois filmes possam ser vistos em março, dentro da programação de 50 anos do Icaic. A primeira parte de “Che” tem estreia programada para 20 de fevereiro do Brasil.

Novo discador V2. Navegue pela Internet e ganhe grana!

Baixa Hits. A mais completa loja de Música digital da Internet está há um clique daqui!

A enciclopédia do porquê. Aqui você começa com uma dúvida e termina com
várias. Clique.

Sem mais artigos