Após a vitória de hoje do espanhol
Rafael Nadal sobre o sérvio Viktor Troicki, nas semifinais do
torneio de Doha, houve a expectativa de uma decisão entre ele e o
suíço Roger Federer, mas o tenista número 1 do mundo perdeu em
seguida para o russo Nikolay Davydenko, sendo eliminado da disputa.

Assim como no duelo pelas Finais da ATP de 2009, Davydenko levou
a melhor sobre o primeiro colocado no ranking mundial, agora por
duplo 6-4. Dessa forma, a diferença entre Federer e Nadal na
classificação diminui às vésperas do primeiro Grand Slam da
temporada, o Aberto da Austrália.

O espanhol, segundo tenista mais bem colocado no ranking, chegou
a sua segunda final em 2010 (a outra foi em Abu Dhabi), e pela
primeira vez em Doha, onde só havia conseguido avançar até as
quartas-de-final.

Na primeira semifinal do dia, ele bateu Troicki com facilidade,
em partida que teve pouco mais de uma hora de duração, por 2 sets a
0, com parciais de 6-1 e 6-3.

Sem mais artigos