O conselheiro de segurança da Casa Branca, o general reformado Jim Jones, disse hoje estar “convencido” de que o Governo do presidente americano, Barack Obama, fechará a prisão da base militar de Guantánamo em janeiro de 2010, segundo o anunciado.

“Estou convencido de que seremos capazes de cumprir esse prazo”, afirmou Jones em declarações ao canal de televisão Fox News.

O militar reformado assegurou que o Governo americano trabalha contra o relógio com o objetivo de encontrar uma solução para os casos dos detidos em Guantánamo e, assim, fechar a prisão da base militar.

“Estamos trabalhando muito a cada dia para assegurar que encontraremos a solução adequada”, ressaltou o assessor presidencial.

Também em entrevista ao Fox News, o líder republicano no Senado, Mitch McConnell, declarou que os planos da Administração para fechar a prisão enfrentarão uma forte oposição no Congresso.

Sem mais artigos