O barco Ericsson 4, do brasileiro Torben Grael, foi o segundo a passar pelo Cabo Horn, portão de pontuação para a quinta etapa da Volvo Ocean Race, que se realizada entre a cidade chinesa de Qingdao e o Rio de Janeiro. A chegada dos barcos à capital carioca está prevista para os dias 23 ou 24, mas poderá ser antecipada em razão das condições climáticas.


O primeiro a passar pelo local, que é território chileno e localizado no extremo sul do planeta, foi o Ericsson 3. A embarcação levou quatro pontos. Já o barco do brasileiro, duas vezes campeão olímpico, passou logo depois e acumulou 3,5 pontos.


 


A tripulação manteve a liderança no geral, com 56,5. Em declarações ao site da Ericsson, Grael disse que “passar pelo Cabo Horn é como escalar o Monte Everest para os velejadores”.


 


É a segunda vez que ele atravessa o local na carreira. A primeira foi na outra edição da Volvo, no comando do Brasil 1. Os americanos do Puma, que ainda não chegaram lá, aparecem em terceiro na etapa, a 119 milhas náuticas do Ericsson 3.


 


 

Sem mais artigos