Embalada pela onda de produtos orgânicos e naturais, a maquiagem mineral veio com a promessa de ser a grande revolução no mundo dos makes. E pelo jeito já conseguiu. Livre de corantes, conservantes, óleos, fragrâncias e substâncias nocivas à pele, os cosméticos minerais não aderem à pele, não mancham e proporcionam aparência natural e suave.

É o que explica a dermatologista Valéria Marcondes, membro da Sociedade Brasileira de Medicina Estética. “Em relação a maquiagem comum, um dos grandes benefícios é a redução do risco de alergias, além de evitar consideravelmente o aparecimento de acne”, detalha.

Na fórmula, ingredientes essenciais que fazem toda a diferença, como o óxido de ferro e o cloreto de bismuto. Além de suavizar a pele, eles também agem como antiinflamatório e antisséptico. Já o dióxido de titânio impede que os poros sejam obstruídos pelo excesso de maquiagem, além de diminuir a oleosidade. A mica também está presente e a luminosidade garantida. E enquanto a maquiagem comum tem prazo de validade de seis meses, em média, a make mineral chega ser superior a dois anos.

Mas Valéria adverte: mesmo sem componentes químicos, a maquiagem mineral não está totalmente isenta de causar alergias e irritações. A médica explica que os cuidados devem ser os mesmos. “Os produtos isolados não causam nenhum malefício aos tecidos da pele, o problema está em não retirar todos os resíduos antes de dormir”, alerta. “Mesmo com a mineral é essencial limpar, tonificar e hidratar a pele sempre antes e depois da make”, completa.

Serviço:

Clínica Valéria Marcondes
Rua Almirante Pereira Guimarães, 192
Pacaembu – São Paulo/ SP
Fone: (11) 3672-5911

Leia Mais:

Conheça as opções de maquiagem mineral disponíveis no mercado

Sem mais artigos