A polícia argentina deteve um homem que matou, queimou e enterrou no jardim de sua casa na província de Buenos Aires sua ex-mulher, de 24 anos, seu filho de 6 e um bebê de 8 meses, fruto da relação de sua esposa com outro homem.

Foi a atual namorada do detido, irmã da mulher assassinada, que denunciou o ocorrido a um vizinho para que alertasse a polícia, que chegou ao local na sexta-feira (2) e encontrou os corpos parcialmente carbonizados e amontoados a um metro e meio sob a terra.

O próprio autor do triplo assassinato, de 29 anos e que estava separado da mulher, reconheceu os fatos. Segundo o delegado responsável pelo caso, trata-se de um crime passional.

As identidades das vítimas e do agressor não foram reveladas.

Sem mais artigos