Com US$ 7 milhões aplicados em programas de conservação florestal ao redor do mundo, o grupo Disney pretende neutralizar parte de suas emissões de carbono. Além disso, de acordo com reportagem publicada pela Reuters, o investimento pode ser um dos maiores no mundo corporativo no combate ao desmatamento e à redução das emissões de gases de efeito estufa.

De acordo com a reportagem, os investimentos vão para projetos de preservação internacional no Congo e no Peru, num total de US$ 4 milhões, numa parceria com a organização Conservação Internacional, além de ações no delta do rio Mississippi (EUA) e no estado americano de Carolina do Norte.

Sem mais artigos