A crise financeira teve um efeito bastante significativo no aumento da dívida por cheque devolvido no ano passado. De acordo com a Serasa, o crescimento foi de 43% no valor devido, que chegou a uma média de R$ 1.020,76.

No caso das dívidas por títulos protestados teve um avanço menor em 2009, de 14,5%. Neste segmento, o valor médio devido ficou em R$ 1.107,78. Já os débitos com bancos, a alta foi de apenas 1,3%, para um valor médio de R$ 1.353,22.

Segundo a instituição, a dívida média dos consumidores com cartão de crédito teve em 2009 uma queda de 5%, para R$ 375,29. No ano anterior, o valor médio era de R$ 395,24.

Apesar de terem apresentado os melhores resultados em termos de crescimento, as dívidas com banco e cartão de crédito ainda lideram o ranking da representatividade da inadimplência dos consumidores. Em 2009, 45% das dívidas dos consumidores eram com bancos, contra 43,2% do ano anterior. No caso dos cartões, o avanço foi de 33,7% para 35,9%.

No geral, a Serasa aponta que a inadimplência do consumidor subiu 5,9% em 2009. O valor é menor do que o avanço de 2007 para 2008, que foi de 8%.

Dívida por cheque devolvido sobe 43% em 2009

Sem mais artigos