A CPI de Pedofilia aprovou nesta quarta-feira (24) o requerimento que convoca formalmente o DJ Marlboro para prestar depoimento sobre o abuso de uma menina de quatro anos.

Ele e a ex-namorada são réus no inquérito, que foi instaurado após uma carta da mãe da menina ter chegado às autoridades da CPI. A mãe, a criança e o pai também serão ouvidos pela comissão, cujo processo corre em segredo de Justiça.

Marlboro responde ao processo, em que é acusado de corrupção de menores e violento atentado ao pudor, desde outubro do ano passado. O crime teria acontecido em março de 2008, época em que a menina o visitou quando estava sob os cuidados da madrinha, ex-namorada do DJ.

De acordo com informações divulgadas pela polícia do Rio, a mãe da menina afirmou que a garota voltou do período que passou com a madrinha muito assustada e agressiva. Ela teria relatado a psicólogos o abuso que sofreu.
O DJ nega todas as acusações.

Sem mais artigos