Sem dúvidas, a maior polêmica do Big Brother Brasil 10 é a homofobia dentro do programa: De um lado os coloridos Serginho, Dicesar e Angélica, homossexuais assumidos, do outro, Marcelo Dourado. As respostas do público de cada lado são igualmente fervorosas.

Nesta segunda-feira (15), a assessoria do lutador disse que ele pode processar tanto o ex-BBB Jean Wyllys, ativista da causa gay, como internautas que fazem ameaça na internet.  

“Estão ameaçando Dourado de morte através da internet. Algumas pessoas já dão pêsames à sua família. Coletei o material e acionei os advogados, mas esperaremos Dourado sair da casa para ele decidir se entrará com uma ação na justiça contra essas pessoas ou não”, disse Aline Antonoff.

Segundo a assessoria, a queixa será prestada na Delegacia da Internet para que seja iniciado o processo de identificação das pessoas que usam o anonimato como ferramenta de difamação.

Sem mais artigos