Ao contrário do muitos especialistas acreditam, o governador de São Paulo e provável candidato do PSDB a presidente da República em 2010, José Serra, disse que a “economia não decide a eleição”. Em entrevista à radio Jovem Pan, o tucano refutou a tese de que a economia em alta pode favorecer a candidatura de Dilma Rousseff (PT).

“Em 2006, a economia não vinha bem, mas o Lula ganhou a eleição”, disse Serra. O governador disse ainda que se a economia está em boas condições, a escolha do novo presidente seria como decidir sobre a substituição do motorista de um ônibus que está andando bem. Deste modo, o eleitor terá de decidir sobre quem estará mais apto a continuar a conduzir o ônibus da melhor forma possível.

Serra também comentou sobre outros assuntos, como a pesquisa CNT/Sensus, a transferência de votos de Lula para Dilma e a força política da Ciro Gomes. Ouça a entrevista completa.

Sem mais artigos