Hoje, 8 de dezembro, é um dia muito triste na história da música: nessa data, morreram três artistas que marcaram o pop contemporâneo, cada um dentro de seu estilo.

Foi no dia 8 de dezembro de 1980, em Nova York, que o ex-Beatle John Lennon foi assassinado pelo fã Mark David Chapman. Além disso, 14 anos depois, em 1994, morreu o maestro e compositor Tom Jobim, considerado como um dos músicos mais importantes da história da música brasileira. Para completar, em 2004, outra morte trágica marcou a data: o guitarrista Dimebag Darrel, ex-Pantera, foi assassinado pelo fã Nathan Gale durante um show em Ohio.

O Virgula Música separou vídeos para relembrar a importância desses três artistas, cujos legados continuam fazendo diferença na história da música.

John Lennon

O ex-Beatle, que sempre demonstrou um engajamento político e social mais forte do que seus companheiros de banda, começou sua carreira-solo em 1968, quando lançou o experimental Unfinished Music, No. 1: Two Virgins com Yoko Ono. Embora suas composições nos Beatles já fossem voltadas para temas mais introspectivos, é em sua trajetória individual que Lennon deu voz a seus fantasmas, criando faixas como #9 Dream e a clássica Imagine.

Dimebag Darrel

Tido como um dos maiores guitarristas do heavy metal, Dimebag Darrell levava as plateias a loucura com seus solos velocíssimos e bases criativas e ultrapesadas. O músico, que também criou a banda Damageplan, foi assassinado por um fã durante um show, em um dos acontecimentos mais trágicos da história do gênero. Os vídeos abaixo trazem Darrell fazendo solos memoráveis e o Pantera tocando a faixa Cowboys From Hell.

Tom Jobim

Excepcional pianista, violonista, maestro e compositor, Tom Jobim é um dos símbolos da bossa nova e sinônimo de música brasileira em todo o mundo. Os vídeos abaixo mostram Tom Jobim e Toquinho tocando uma versão instrumental de Wave e a parceria do músico com Elis Regina na imortal Águas de Março.

Em 8 de dezembro, morriam John Lennon, Dimebag Darrel e Tom Jobim

Sem mais artigos