Ficar rico deve ser o objetivo do modelo Jesus Luz. Desde que os holofotes foram virados para o namorado de Madonna, Jesus não perde uma chance de mostrar que aprendeu tudo direitinho com a blond ambition. Antes de seu affair com a material girl, seu cachê como modelo não passava de R$ 400. Quando resolveu deixar as passarelas um pouco de lado e investir na carreira de DJ, ele pedia apenas passagem executiva, transporte e hospedagem, conforme informou, na época, o colunista Bruno Astuto. Mas essa situação não durou muito, depois de um curso de DJ, em 2009, o dito bonitão resolveu que subiria o preço de suas apresentações para R$ 20 mil.

Sua aparição na cena eletrônica causou muita controvérsia depois que o respeitado DJ Tocadisco escreveu em seu Twitter acusando Jesus de fraude: “A questão é que esse cara tocou um set pré-mixado e fingiu”. Mesmo menosprezado pela cena, o namorado de Madonna prosseguiu aumentando o seu cachê.

Conforme o Virgula averigou na época da última edição do São Paulo Fashion Week, em janeiro desse ano, para ter Jesus na passarela e nas pickups da festa da Ellus, no clube Lions, a marca desembolsou R$ 90 mil pelo combo.

Mas hoje, de acordo com o jornal The Sun, se você é dono de um clube e quer uma gig do DJ, prepare-se. Jesus Luz tem cobrado cerca de R$ 1.650 por minuto para mostrar suas habilidades nas pickups. Seu set dura cerca de 90 minutos.

O modelo está fazendo uma turnê pela Europa e volta ao país para começar a gravar seu primeiro disco. Será que, depois do álbum pronto, esse valor pode subir ainda mais do que os “meros” R$ 150 mil que ele pede hoje pelo seu set?

Sem mais artigos