As escolas públicas do Rio de Janeiro implementarão nos próximos dias um plano de emergência para enfrentar situações de tensão durante momentos de violência, informaram fontes oficiais na última quinta-feira (5).


 


A Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro anunciou que o programa de proteção para situações de perigo, como tiroteios, será aplicado nas 1.064 escolas da cidade, 200 delas em áreas consideradas de “alto risco”.


 


“A ideia é preparar esses funcionários para que tenham uma atuação apaziguadora, deixando as crianças mais calmas e seguros em possíveis situações de pânico”, diz o comunicado da Secretaria.


O programa capacitará professores e funcionários para orientar os alunos nos momentos de tensão.


 


Os prazos para a aplicação do programa não foram informados pela Secretaria, que contempla também dentro do projeto a capacitação para agir em situação de incêndios e acidentes graves.

Sem mais artigos