Aparentemente não se importando com as óbvias piadas que possam surgir, o escritor japonês Koji Suzuki encontrou um meio original de lançar seu próximo conto, Drop. A história começa a ser vendida no próximo dia 6, impressa em rolos de papel higiênico.

A ideia surgiu porque o conto fala sobre um espírito maligno que vive no vaso sanitário de um banheiro público. No Japão, são bastante comuns histórias de terror ambientadas em banheiro. A mais tradicional, usada para assustar crianças, é justamente a de uma mão peluda que sai da privada e suga as pessoas para dentro das águas escuras.

Suzuki é bastante conhecido, inclusive no Ocidente, como autor de dois livros que se transformaram em filmes de terror: o sucesso O Chamado e Água Negra, este último o primeiro dirigido por Walter Salles em Hollywood.

Cada rolo de papel, com 30 metros, deverá custar cerca de US$ 2 e, de acordo com a Hayashi Paper, fabricante do produto, a história será repetida a cada 90 cm. A mesma empresa já havia impresso desenhos e informativos em papel higiênico, mas nunca uma obra de literatura.

Sem mais artigos