Pela primeira vez, Arnold Schwarzenegger não está entre os protagonistas do quarto filme da série O Exterminador do Futuro. O novo ator principal, Roland Kickinger, é bastante parecido com Schwarzenegger, mas está longe de ter o carisma do astro dos longas Conan, O Predador, Batman & Robin e Efeito colateral.

Assim como os heróis, vilões e fortões que interpretou no cinema, Schwarzenegger resolveu encarar um desafio de verdade quando lançou uma candidatura vitoriosa ao governo da Califórnia. Mas, desde a campanha política, é quase impossível esquecer a imagem cinematográfica do governador.

Assim como Schwarzenegger, outros atores e atrizes deixaram de lado os palcos e sets de gravação para se dedicarem à administração pública. Veja alguns casos:

NO MUNDO

Ronald Reagan é um dos casos mais emblemáticos. Quando criança, já dava sinais de seu talento como ator ao participar das peças teatrais em sua escola. Graduou-se em economia e sociologia, mas o teatro era sua praia. Um teste em 1937 lhe valeu um contrato em Hollywood. Ao longo dos 20 anos seguintes, Reagan apareceu em 53 filmes.

Envolvido na luta pelos direitos de sua categoria, entrou para o sindicato dos atores ganhando tamanha projeção que se candidatou ao governo da Califórnia. Foi eleito em 1966 e reeleito em 1970. Em 80, Reagan recebeu a indicação do Partido Republicano para as eleições presidenciais e, no ano seguinte, assumiu como o 40º presidente da história dos EUA. Assim como na Califórnia, foi reeleito e ficou no cargo até 1989;

Clint Eastwood era um trabalhador de classe média-baixa que foi atendente de posto de gasolina, bombeiro e pianista de bar. Ao entrar para o Exército, ficou gravemente ferido em um acidente aéreo e, por conta disso, não foi para a guerra da Coreia. Recuperado, passou a trabalhar como figurinista em filmes pequenos até que, no final dos anos 50, conquistou as primeiras oportunidades como ator.

Após dezenas de filmes como ator, diretor e/ou produtor, se candidatou para a prefeitura de Carmel-by-the-Sea, na Califórnia, onde permaneceu como prefeito de 1986 até 1988. Ao contrário de Reagan e Schwarzenegger, Clint Eastwood continuou trabalhando no cinema apesar do cargo político. Recentemente, assumiu que votou em Arnold Schwarzenegger para governador da Califórnia em 2003 e 2006;

Shirley Temple viu sua carreira decolar no cinema desde pequena. A talentosa atriz nasceu em 1928 e, desde os anos 30, já fazia sucesso nas telonas. Shirley é considerada por muitos a maior estrela mirim de todos os tempos. Aposentou-se do cinema em 1949 e, em 1967, se candidatou ao cargo de representante do estado da Califórnia no congresso norte-americano, mas não obteve êxito. Nos anos de 1969 e 1970, foi delegada junto às Organizações Nações Unidas (ONU). Desde então, Shirley foi, entre outras coisas, embaixadora dos Estados Unidos em Ghana (1974-1976) e na Tchecoslováquia (1989-1992);

Fred Thompson é filiado ao Partido Republicano e representou o estado norte-americano do Tennessee no Senado de 1994 a 2003. Chegou a anunciar sua candidatura à Presidência dos Estados Unidos nas eleições de 2008, mas desistiu após um fraco desempenho nas prévias. Thompson iniciou a carreira de ator nos anos 80 e já participou de mais de 20 filmes e 10 seriados, entre eles o renomado Law & Order;

Charlton Heston dispensa comentários. Foi um ator norte-americano notabilizado no cinema por papéis heróicos em superproduções da época de ouro de Hollywood, como Moisés de Os Dez Mandamentos, Judah Ben-Hur de Ben-Hur e o lendário cavaleiro espanhol El Cid no filme homônimo. Sua filmografia inclui mais de 50 filmes

Na política, apoiou ativamente os presidentes John Kennedy e Lyndon Johnson, além de acompanhar Martin Luther King durante a marcha pelos direitos civis em 1963. Mas, a partir dos anos 80, mudou consideravelmente sua posição política trocando o Partido Democrata pelo Republicano e se tornou presidente da National Rifle Association (NRA), a entidade que luta para que seja mantido o direito do cidadão de comprar e portar armas de fogo nos Estados Unidos;

Sonny Bono começou a carreira na década de 60 como produtor musical e compositor, mas ganhou projeção como ator e apresentador no final dos anos 60 e ao longo dos anos 70. Bono resolveu entrar para a política depois que foi impedido de abrir um restaurante em Palm Springs, na Califórnia, devido à burocracia imposta pela prefeitura local. Tornou-se então o mais novo prefeito da história de Palm Springs e o responsável pela modernização da cidade. Anos mais tarde, Bono tentou entrar para o Senado, mas não conseguiu. Em 1994, foi eleito deputado na Câmara dos Representantes;

Cicciolina é o nome artístico de Ilona Staller, conhecida atriz pornô italiana nos anos 70. Filiou-se em 1979 no Lista del Sole, o primeiro partido ambientalista da Itália. Em 1985 mudou-se para o Partido Radical, fazendo campanha contra a energia nuclear e a OTAN, pelos direitos humanos e contra a fome no mundo. Cicciolina foi eleita para o Parlamento Italiano em 1987, representando o distrito de Lazio de Roma;

NO BRASIL

Stepan Nercessian iniciou a carreira artística no final dos anos 60 ao ser escolhido em um teste para protagonizar o filme Marcelo Zona Sul. Em 1971, entrou para TV Globo onde trabalhou em inúmeras produções e telenovelas, além de filmes e peças teatrais. Como administrador público acumulou experiência como diretor do Instituto Municipal de Arte e Cultura (RioArte) e vice-presidente da Funarj. Eleito vereador no Rio de Janeiro em 2004, Nercessian conquistou o segundo mandato em 2008 como o terceiro vereador mais votado na cidade e é o vice-presidente da Mesa Diretora da Câmara Municipal;

Bete Mendes é formada em Artes Cênicas pela Universidade de São Paulo. Já na época da faculdade, Bete dividia o tempo entre o teatro e os movimentos sociais de resistência à Ditadura. Em 1970, Bete Mendes chegou a ser presa e torturada pelos militares por sua ligação com os grupos de esquerda. Participou ativamente da fundação do Partido dos Trabalhadores (PT) e foi eleita para o cargo de deputada federal nas legislaturas 1983-87 e 1987-91. Bete participou de mais de 30 novelas e fez oito filmes;

– Heráclito Gomes Pizano é mais conhecido como Kito Junqueira, ator de ofício que começou a carreira na Escola de Artes Dramáticas de São Paulo e fez extensão na Universidade de Nova York. Em quase 40 anos de profissão, ganhou diversos prêmios como ator, diretor e produtor pelos trabalhos em cinema, teatro e televisão. Em 1993, Kito se candidatou (e foi eleito) ao cargo de deputado estadual por São Paulo. Ele exerceu o mandato de 1994 a 1998;

Cláudio Cavalcanti iniciou a carreira de ator em 1956, aos 16 anos, no teatro. No mesmo ano estreou em televisão fazendo teatro ao vivo. Desde então nunca mais interrompeu suas atividades de ator, continuando a atuar em teatro, televisão e cinema até os dias de hoje. Contabiliza 41 peças, 39 novelas e 35 filmes. Na carreira política, Cavalcanti foi eleito vereador do Rio de Janeiro em 2000 e reeleito em 2004;

Milton Gonçalves começou a carreira em São Paulo, por acaso. Em vez de ser o motorista da família para qual sua mãe trabalhou, Milton preferiu tentar a profissão de gráfico e, um dia, saiu maravilhado depois de assistir a uma peça teatral. Tratou de entrar para um clube de teatro amador e, sem seguida, passou para o teatro profissional. Em mais de 50 anos de profissão, Milton Gonçalves fez cerca de 60 filmes e novelas. Militante do movimento negro, Milton Gonçalves chegou a tentar a carreira política nos anos 90. Ele se candidatou ao governo do Rio de Janeiro em 1994, mas não venceu;

Em breve…

Os cariocas André Gonçalves e Mário Gomes são os próximos atores que anunciam a entrada no mundo da política.

André Gonçalves iniciou a carreira no teatro nos anos 80 e estreou na televisão na novela Vamp (1991). Entre novelas, filmes e muita polêmica envolvendo sua vida pessoal, participou da segunda edição da Casa dos Artistas em 2002. Atualmente, Gonçalves interpreta Gopal em Caminho das Índias. Sem cargo definido, o ator está filiado ao Partido Verde (PV) e pretende lançar uma candidatura em 2010.

Mário Gomes, galã dos anos 70 e 80, participou de produções como Gabriela, Duas Vidas, Jogo da Vida, Sol de Verão, Guerra dos Sexos, Vereda Tropical e Perigosas Peruas. Recentemente, Gomes entrou para o Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) e pode ser candidato a deputado estadual pelo Rio de Janeiro nas próximas eleições. A prioridade do ator seria fazer um centro cultural para idosos na Barra da Tijuca.

Estilo Schwarzenegger: Quem são os atores que entraram para a política?

Sem mais artigos