Ilha do Medo (Shutter Island), de Martin Scorsese, é uma das estreias desta sexta-feira, dia 12, nos cinemas brasileiros. De volta ao gênero que ele domina muito bem, o suspense (basta lembrar de Cabo do Medo, com Robert De Niro), o longa é quarto em parceria com Leonardo DiCaprio.

A história se passa em 1954. Di Caprio é Teddy Daniels, um policial que parte para Boston no intuito de investigar o sumiço de um paciente no Shutter Island Ashecliffe Hospital. Lá, descobre que os médicos realizam experiências radicais com os pacientes utilizando métodos ilegais e antiéticos.

Teddy tenta buscar mais informações, mas enfrenta a resistência dos médicos em lhe fornecer os arquivos que possam permitir que o caso seja aberto. Quando um furacão deixa a ilha sem comunicação, diversos prisioneiros conseguem escapar e tornam a situação ainda mais perigosa.

A situação é de completa paranoia no ambiente sufocante do hospital psiquiátrico. Aproveitando o tema, o Virgula compilou cinco filmes que se passam em manicômios:

UM ESTRANHO NO NINHO

Dirigido por Milos Forman, o clássico foi um dos únicos na história do Oscar a levar todos os prêmios principais: melhor filme, diretor, ator (Jack Nicholson), atriz (Louise Fletcher) e roteiro adaptado (Bo Goldman). No filme, Randle Patrick McMurphy é um malandro, que após ser preso, se finge de louco para ser transferido um hospital psiquiátrico. Lá ele começa a influenciar os outros internos, mas esbarra na sádica e cruel enfermeira Mildred Ratched.

GAROTA, INTERROMPIDA

O filme de James Mangold é todo ambientado no hospital psiquiátrico Claymooreno. As reações foram tão fortes, que uma das pacientes, a ainda pouco conhecida Angelina Jolie, ganhou o Oscar de Atriz Coadjuvante. Baseado no livro de Susanna Kaysen, sobre suas experiências em uma clínica psiquiátrica em 1967, o longa traz grande atuação, além da produção, de Winona Rider. A atriz comprou os direitos da adaptação da obra em 1993.

BICHO DE 7 CABEÇAS

Lançado em 2001, o filme é considerado um dos melhores da Retomada do Cinema Brasileiro e revelou ao país (e ao mundo) o talento de Laís Bodanzky. Baseado no livro autobiográfico Cantos dos Malditos, de Austregésilo Carrano Bueno, o filme conta a história de um jovem (Rodrigo Santoro) que é internado numa instituição psiquiátrica depois dos pais descobrirem um cigarro de maconha no seu casaco. Levou vários prêmios, entre eles o Qualidade Brasil 2001, no Festival de Cinema e Cultura Latino Americana de Biarritz, França, em Locarno, na Suiça, Festival de Gramado, Brasília e Recife.

A CASA DOS HORRORES

Fugindo do drama, temos o filme de terror dirigido por William Butler. A trama se passa no Cunningham Hall, que um dia foi uma respeitada casa de saúde, mas hoje encontra-se decadente. Quando o estudante de medicina Clark Stevens vai fazer um estágio no hospital, as coisas começam a ficar assustadoras. No elenco, Joshua Leonard, de A Bruxa de Blair e Homens de Honra.

IMAGENS DO INCONSCIENTE

Outro filme brasileiro, dessa vez dirigido por Leon Hirszman em 1987. Apesar não figurar entre os filmes mais pop dessa lista, o documentário é um clássico do nosso país. Não se passa exatamente no manicômio, mas trata-se de um estudo das vidas e das artes de três pacientes tratados pela doutora Nise da Silveira, no Centro Psiquiátrico Pedro II, mais tarde, Museu de Imagens do Inconsciente. O documentário viaja por meio de pinturas expressivas e estabelece entre o inconsciente e a realidade.

Estreia de Ilha do Medo: relembre filmes que se passam em manicômios

Sem mais artigos