A energia eólica, ou do vento, pode ser a solução para as necessidades energéticas do mundo. De acordo com estudo publicado na revista científica Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS), aerogeradores, como são chamados aqueles imensos cataventos, poderiam produzir quase 40 vezes o consumo mundial de eletricidade e cerca de cinco vezes o consumo de energia em todas suas formas.

Somente no Brasil, e se os cálculos estiverem corretos, aerogeradores produziriam até 14 vezes toda a energia elétrica consumida. Pesquisadores da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, e do Centro de Pesquisa Técnica VTT, da Finlândia, analisaram o que poderia ser produzido por cada turbina eólica de acordo com fatores como a velocidade do vento, densidade do ar e tamanho das hélices.

Especialistas argumentam, no entanto, que é preciso levar em consideração questões como custos atuais da tecnologia e não apenas o potencial de aproveitamento dos ventos para geração de energia. 

Estudo mostra que energia eólica poderia suprir até 40 vezes o consumo mundial de eletricidade

Sem mais artigos
Sair da versão mobile