O conselho da Federação
Internacional de Automobilismo (FIA) analisará uma proposta para
mudar o sistema de pontuação na Fórmula 1, com 25 pontos aos pilotos
que terminarem em primeiro lugar em vez dos 10 atuais.

Vinda do grupo presidido pelo inglês Bernie Ecclestone, chefão da
categoria, a sugestão é que sejam dados 25 pontos ao primeiro, 15 ao
segundo, 10 ao terceiro, 8, 6, 5, 3, 2 e 1 para o nono colocado.

O sistema atual é de 10, 8, 6, 5, 4, 3, 2 e 1 ponto, até o
oitavo. A justificativa seria o aumento para 13 equipes no grid de
largada.

Esta foi a primeira reunião desde a assinatura do Pacto da
Concórdia entre a FIA e as equipes, já com Jean Todt como presidente
da federação.

Todas as propostas, que incluem itens sobre regulamentos técnicos
e esportivos, serão submetidas à aprovação.

Também foi autorizada a mudança do nome da Brawn para Mercedes,
sua nova proprietária, mas a escuderia seguirá recebendo os
pagamentos em função de seus resultados históricos.

“Esta medida foi adotada em caráter excepcional devido ao longo
compromisso da Mercedes-Benz com a Fórmula 1”, disse uma nota da
FIA.

F-1 pode mudar pontuação para primeiros colocados

Sem mais artigos