Os parentes de Jean Charles de Menezes, o jovem mineiro morto a tiros pela Polícia de Londres em 2005 ao ser confundido com um terrorista, vão receber uma indenização de 100 mil libras (R$ 286 mil).

Segundo o jornal britânico Daily Mail, a compensação será baixa porque foi considerado que a família não teria recebido uma grande ajuda econômica de Jean Charles se ele ainda estivesse vivo.

Além disso, a quantia, estipulada em um acordo entre a família e a Polícia de Londres, teria sido mais alta se Jean Charles fosse casado e tivesse filhos.

A indenização, como conta o Daily Mail, contrasta com as 400 mil libras (R$ 1,1 milhão) pagas ao então chefe da Polícia Metropolitana, o criticado Ian Blair, após deixar o cargo em 2008.

Os advogados de Jean Charles tinham sugerido que a indenização fosse de 300 mil libras (R$ 858 mil) pela desastrosa operação da Polícia.

Sem mais artigos