Neste domingo (01), o ator Felipe Camargo comemora 50 anos de idade. Dono de uma carreira sólida, o artista despontou na televisão logo em seu primeiro trabalho ao protagonizar a clássica minissérie Anos Dourados (1986), em que fez par romântico com a atriz Malu Mader. Em seguida, o galã protagonizou a novela Mandala, onde conheceu a atriz Vera Fischer, que se tornou sua mulher por oito anos. O casamento entre eles foi marcado por brigas e desentendimentos.

Durante a década de 90, Felipe se envolveu com drogas e sua carreira passou por um período de ostracismo. Para piorar a situação, o ator se envolveu em um acidente na qual um jovem, de 21 anos, morreu. A separação conjugal veio a confirmar o período nebuloso que o ator passava em sua vida naquela época. Após se separarem, o casal iniciou uma briga judicial pela guarda do filho, Gabriel, que já morava com o pai desde os quatro anos.

Em decorrência da sua vida pessoal, o ator começou a ser chamado para fazer personagens secundários, sem destaque, como nas novelas Andando nas Nuvens, Um Anjo Caiu do Céu, Senhora do Destino, A Padroeira, Alma Gêmea e Cobras e Lagartos. No ano de 2006, ele chegou a protagonizar Paixões Proibidas, na Band, porém o personagem não teve boa repercussão na mídia.      

A verdadeira retomada na vida do ator foi quando surgiu o convite para ele protagonizar a minissérie Som & Fúria (2009). Após quase se mudar para os Estados Unidos, Felipe conseguiu através do personagem Dante Viana a notoriedade que precisava para retornar a carreira na televisão brasileira.

Recentemente, o ator foi co-protagonista na novela Tempos Modernos na TV Globo. Em entrevista ao Fantástico no ano passado, o ator garantiu que há treze anos não consumia álcool e drogas. Visivelmente feliz e tranquilo ao expressar suas palavras, o ator também afirmou que o filho o ajudou a lutar contra a dependência química.

Sem mais artigos