O líder cubano Fidel Castro afirmou hoje que o presidente da Bolívia, Evo Morales, merece um Prêmio Nobel da Paz assim como o colega dos Estados Unidos, Barack Obama, por ser um indígena que alcançou à Presidência e por cumprir suas promessas.

“Se Obama ganhou o Prêmio por ganhar as eleições em uma sociedade racista, apesar de ser afro-americano, Evo merece por vencer o pleito em seu país, apesar de ser indígena, e honrar suas palavras”, indicou Fidel em um novo artigo em suas “Reflexões”.

Segundo adverte o líder, o Nobel da Paz nem sempre é concedido às pessoas merecedoras dessa distinção e Obama “possui inteligência suficiente para compreender as circunstâncias que rodeiam o caso”.

“Ele (Obama) sabe que ainda não ganhou esse prêmio”, acrescentou.

Fidel elogia a inteligência de Obama, assim como suas intenções de resolver a crise econômica, estender os serviços de saúde e melhorar a imagem dos EUA no mundo, mas ressaltou que “não aceita, nem deseja e nem pode mudar o sistema político e econômico de seu país (Cuba)”.

Sem mais artigos