Em uma conversa telefônica gravada, os pais de Lindsay Lohan revelam: a atriz estava tendo um caso com Heath Ledger quando ele morreu, em janeiro de 2008.

É a mãe de Lindsay, Dina, que fala: “Ela estava saindo com Heath quando ele morreu”. A conversa foi publicada no site RadarOnline.com. Na conversa com o pai de LiLo, Michael, ela continua: “Não sei se você sabe, mas eu sei, porque eu a levava lá, eles eram amigos. Muito, muito íntimos”.

A fita é de 2008. Nela, Dina ainda afirma que a morte de Heath foi o que impulsionou a decadência de Lindsay. A tragédia que ocorreu com o astro foi considerada acidental, como resultado de uma intoxicação aguda por seis tipos diferentes de remédios.

“Isso acabou com ela”, diz Dina, que sugere que os problemas da atriz derivam do casamento tumultuado de seus pais. “Ela não consegue ficar sozinha, quando dorme, dorme comigo… ela tem medos por causa do que você fez conosco”, afirma ela, na conversa.

Sobre a carteira de motorista de Lindsay, suspensa em 2007, Dina agradece a Deus: “Graças a Deus. Imagine ela atrás da roda de um carro”.

Sobrou até para Samantha Ronson, namorada de LiLo. Dina diz que acha que sua filha deveria sair da situação, mas entende ser uma decisão difícil. “É muito fácil para uma pessoa racional, mas não para uma pessoa irracional, que tem problemas com seu DNA, com álcool, com remédios, com asma e muitas outras coisas erradas”.

Sem mais artigos