A União Europeia e os Estados Unidos condenaram neste domingo (05/04) o lançamento de um foguete de longo alcance norte-coreano, que “desafia a paz e a estabilidade no nordeste da Ásia”.

Em comunicado conjunto, as duas partes destacaram que “o desenvolvimento de capacidades de mísseis balísticos pela Coreia do Norte, independente do propósito declarado do lançamento, tem como objetivo fornecer à Coreia do Norte capacidade de ameaçar outros países”.

“Pedimos que a Coreia do Norte cumpra seus compromissos de abandonar qualquer programa de armamento nuclear, respeitar as normas reconhecidas de relações internacionais e colaborar para promover a paz e a estabilidade”, disseram.

De acordo com os líderes, o lançamento “exige uma resposta da comunidade internacional”, incluindo do Conselho de Segurança da ONU, “para mostrar que suas resoluções não podem ser desafiadas com impunidade”.

EUA e UE explicam que estão dispostos a receber a Coreia do Norte na comunidade internacional se o país renunciar às armas de destruição em massa e a suas ameaças aos vizinhos.

Pyongyang, no entanto, “não pode conseguir a aceitação internacional ou o desenvolvimento econômico vinculado ao sistema internacional até que pare seu comportamento ameaçador”, sustentam.

A Coreia do Norte lançou na noite do sábado (23h30 de Brasília) um foguete que sobrevoou o Japão sem causar danos e cuja primeira fase caiu no mar, segundo informou o governo japonês.

O Executivo sul-coreano disse que a Coreia do Norte parece ter lançado um satélite de comunicações, como tinha informado previamente, e não um míssil, como se temia, mas considerou a ação como uma “provocação”.

Foguete norte-coreano prejudica paz e estabilidade, dizem UE e EUA

Sem mais artigos