Desde 1937 foram apenas quatro aparições. De 1939 a 2002 não houve nenhuma notícia do Lóris-delgado-da-planície-de-Horton, o que levou cientistas a acreditarem na extinção do mamífero. Mas fotografias divulgadas essa semana pela Sociedade Zoológica de Londres comprovam a sobrevivência da espécie.

O animal de hábitos noturnos, os Lóris vivem nas florestas tropicais do Sri-Lanka e Índia, que sofrem com o desmatamento. Os olhos grandes e pernas finas do Lóris-delgado-da-planície-de-Horton foram fotografados pela primeira vez na história.

Não é uma gracinha esse tal de Lóris? (Foto: Divulgação/ZSL)

Não é uma gracinha esse tal de Lóris? (Foto: Divulgação/ZSL)

Depois de um desaparecimento de mais de 60 anos, todo mundo achava que o animal tinha sido completamente extinto. Mas o animal foi finalmente re-descoberto durante pesquisas em 120 pontos da floresta, e 1000 estudos noturnos, realizadas pela Sociedade Zoológica de Londres em conjunto com a Universidade de Colombo e A Universidade Livre do Sri-Lanka.

As imagens e estudos apontam não só que a espécie de Lóris ainda vive, mas que seus hábitos causaram adaptações físicas que podem caracterizá-lo como uma espécie separada, não uma sub-espécie.

Os estudos e a recente descoberta são importantes para chamar atenção para o problema do desmatamento da região, que abrigam diversas espécies em risco de extinção.

Sem mais artigos