Mesmo que a indústria do cinema seja extremamente rentável, Hollywood passou por maus bocados quando seu letreiro – aquele famoso, que aparece em filmes e desenhos – precisou de manutenção. Uma ONG tentava, sem sucesso, arrecadar os US$ 12,5 milhões para que o símbolo da cidade voltasse a ser o mesmo.

Sensibilizado, Hugh Hefner, fundador da revista Playboy que já foi dono de parte da terra onde fica o letreiro, doou US$ 900 mil para a causa. A revista People diz que uma empresa queria transformar o local em um condomínio de luxo. “Eu sabia que eles estavam angariando fundos para salvar o letreiro, mas desconhecia o fato de que eles tinham uma data limite para entregar o dinheiro. Seria muito triste que fosse removido depois de ter sido restaurado”, comentou Hugh em entrevista.

Sem mais artigos