O dinheiro que os chineses gastam todos os anos para casar totaliza 400 bilhões de iuanes (US$ 58 bilhões), o equivalente a 1,3% do Produto Interno Bruto (PIB) da China, segundo um estudo citado hoje pela agência oficial “China News”.

O estudo foi divulgado na 2ª exposição internacional sobre empresas relacionadas a casamento – de estúdios fotográficos a estilistas de moda para os recém-casados -, realizado estes dias na cidade chinesa de Hangzhou.

Segundo os números, mais de 8 milhões de chineses se casam todos os anos no país e, em cada cerimônia, costumam utilizar mais de 60 serviços, de restaurantes que ofereçam banquete a agências de viagens para organizar a lua-de-mel.

O serviço mais usado é a fotografia de casamento, uma tradição entre os novos casais chineses – os álbuns são muito mais elaborados que no Ocidente, com vestidos de luxo e em cenários paradisíacos -, e que foi contratado por 90% dos noivos.

Cerca de 80% contratam restaurantes ou hotéis para organizar banquetes, e 68% pagam uma agência para a viagem de lua-de-mel.

Muitos jovens chineses economizam durante anos justamente para ter um casamento de sonho, de preferência em uma data que garanta bons presságios no casamento, como a data do “duplo nove” (nono dia do nono mês no calendário lunar).

Gastos com casamento equivalem a 1,3% do PIB chinês, diz estudo

Sem mais artigos
Sair da versão mobile