Com o objetivo de tornar o país líder no mercado global de carros elétricos, o governo alemão anunciou hoje (19) seu Plano Nacional de Desenvolvimento Eletromobilidade. A meta é colocar um milhão de carros elétricos nas ruas até 2020. Hoje são apenas mil os carros com emissão zero de poluentes entre a frota de 41 milhões de veículos.

Incentivo à pesquisa, desenvolvimento de novas e eficientes baterias e infraestrutura, tudo deve entrar em um pacote inicial de 500 milhões de euros que serão investidos pelo governo da chanceler Angela Merkel.

Contudo, críticos estão céticos quanto aos benefícios ambientais do projeto. Não se sabe de quais fontes, limpas ou não, virá a energia elétrica para alimentar os veículos. Outro questionamento é quanto à viabilidade econômica do pacote de incentivo, já que carros elétricos custam pelo menos 15 mil euros a mais que carros convencionais.

Audi

A montadora alemã pode lançar modelos híbridos a partir de 2011. Os modelos atingiriam mais de 50 quilômetros com apenas um litro de gasolina. A série deve começar com o compacto E1. A numeração variaria de acordo com o modelo, caso fosse mais esporte ou apenas elétrico (e não híbrido).

Sem mais artigos